fbpx Dengue - quadro clinico e sinais de alerta | Geriatria.pro

Você está aqui

Menssagem de erro

  • Deprecated function: Unparenthesized `a ? b : c ? d : e` is deprecated. Use either `(a ? b : c) ? d : e` or `a ? b : (c ? d : e)` in include_once() (line 1439 of /home/avaliaca/public_html/geriatria.pro/includes/bootstrap.inc).
  • Warning: count(): Parameter must be an array or an object that implements Countable em antispam_user_load() (linha 1545 de /home/avaliaca/public_html/geriatria.pro/sites/all/modules/antispam/antispam.module).

Dengue - quadro clinico e sinais de alerta

O número de casos de dengue é alarmante. Saiba como reconhecer precocemente os sintomas da doença em adultos.

Fase inicial febril - 1° e 2° dia

      Sintomas:  

  • Febre acima de 38°C
  • Artralgia (dores articulares)   
  • Mialgia (dores musculares)
  • Dor de cabeça e dor retrorbitária (atrás dos olhos)
  • Manchas vermelhas no corpo
  • Diarreia

 

Fase crítica - 3° ao 7° dia

     Nessa fase ocorre a redução da febre (defervescência) e a evolução para a recuperação, ou podem surgir os sinais de alarme  de choque e hemorragia.

      Sinais de alarme: 

  • Extremidades e pele frias
  • Dor abdominal
  • Vômitos
  • Queda da pressão e pulso fraco
  • Estreitamento do intervalo da pressão arterial (< 20mmhg)
  • Falta de ar e dor no peito
  • Tontura
  • Queda importante das plaquetas

Recomendações

  • Evite regiões com grande número de casos.
  • Use repelente de inseto preferencialmente a base de icaridina (exposis) são os mais eficazes.
  • Use roupas que cobrem a maior parte da pele (calças e mangas longas)
  • Tome líquidos em grande quantidade.
  • Não use ácido acetil salicílico e antiinflamtórios não esteroides.
  • Use dipirona ou paracetamol (menos que 4 g ao dia).
  • Se você usa anticoagulantes como warfarina (marevan, coumadin), rivaroxaban (xarelto), dabigratan (pradaxa) ligue para o seu médico.
  • Ao suspeitar do diagnóstico procure rapidamente o médico para um diagnóstico correto e acompanhamento e cuidado precoce das formas graves.

 

Autor: Dr Marcos Galan Morillo

 

Referencias:

Dengue: diagnóstico e manejo clínico: adulto - Ministério da Saúde, 2013.

WHO - Dengue: guidelines for diagnosis, treatment, prevention and control - 2009

Theme by Danetsoft and Danang Probo Sayekti inspired by Maksimer